Para algumas pessoas é ter uma boa quantia no banco. Para outras, é construir uma empresa sólida que funcione e dê lucro mesmo quando não está presente.

E para você, o que é ter independência financeira?

Tem pessoas que afirmam ter dinheiro para viver de forma confortável o resto da sua vida. Mas para isso, teriam que morrer no dia seguinte

Eu te pergunto:

Independência financeira ou liberdade financeira? O que é melhor?

Opa, agora deu um bug aqui!

Vamos lá!

Liberdade financeira é a situação de uma pessoa que pode ter o estilo de vida que deseja, seja ela qual for, sem precisar se preocupar com dinheiro.

Já, ter independência financeira quer dizer não depender de nada nem de ninguém.

O número de milionários no Brasil cresceu 7% no último ano e chegou a 199 mil pessoas. A informação é do World Wealth Report

Isso dá cerca de 1% da população Brasileira.

Ainda assim, muitos desses milionários, não podem se dar ao luxo de ter o estilo de vida que deseja, sem precisar se preocupar com dinheiro.

Há quem diga que, se pegássemos toda riqueza do Brasil e dividíssemos em partes iguais entre toda a população, em menos de 5 anos, quem era pobre voltará a ser pobre e quem era rico voltará a ser rico.

Isso mostra que o maior problema da desigualdade está na cabeça, na educação financeira.

Infelizmente, nossa geração não aprendeu na escola como cuidar do dinheiro. Cresceu com inúmeras crenças depreciativas em relação ao dinheiro.

Mas professor, você está falando que eu não devo almejar a liberdade financeira?

Deve, com todas as suas forças, se isso fizer sentido para você.

Ao mesmo tempo, quero mostrar que buscar a sua independência financeira, pode ser o primeiro passo nesse caminho.

E para isso, eu separei algumas dicas para te ajudar. Pegue papel e caneta para anotar.

Tenha conhecimento de todos os seus gastos

Certa vez, eu participava de um treinamento de administração financeira em uma empresa onde trabalhava.

O diretor que ministrava o treinamento falava da importância de anotar 100% dos gastos que efetivamente teríamos durante um dia e lançar em uma agenda, planilha ou software.

Eu levantei a mão e questionei: senhor diretor, o senhor está dizendo que, se eu sair para trabalhar e usar uma moeda para comprar uma goma de mascar, preciso anotar?

Ele me olhou fixamente e disse: eu falei 100% e não 99,9%.

Nesse dia eu aprendi que, eu não saberia onde chegar se não olhasse para onde exatamente eu estava.

Conhecer os seus gastos é ter consciência de onde está indo seu dinheiro.

Defina seus objetivos

O seu cérebro tem dificuldade de entender coisas muito genéricas do tipo: liberdade financeira ou independência financeira.

São conceitos que podem variar de pessoa para pessoa dependendo da percepção de cada um.

O ideal é você ser mais específico. Quanto em dinheiro você precisa ter para alcançar sua independência financeira? Precisa de uma reserva? De quanto?  Para quanto tempo?

Se você não sabe para onde vai, qualquer lugar serve.

Fuja dos juros

Pague ou renegocie as dívidas acumuladas. Não deixe acumular juros.

Os juros é como uma ferida que não cicatriza e vai ficando cada vez maior. Chega um momento que ela fica tão grande que pode comprometer um membro do seu corpo.

No caso dos juros, pode comprometer sua saúde financeira.

Albert Einstein disse certa vez: “os juros compostos são a força mais poderosa do universo e a maior invenção da humanidade, porque permite uma confiável e sistemática acumulação de riqueza”.

Claro que isso se aplica para quem tem para receber juros e não para quem paga juros.

Salvo em algumas situações de investimento calculado, como a compra de um carro para trabalhar ou uma casa, pagar juros é como pegar notas de dinheiro e rasgar.

Dinheiro esse que poderia estar sendo guardado para investir em um novo negócio, por exemplo.

E olha que eu sei do que estou falando. Costumo falar que, se eu tivesse guardado a soma que já paguei de juros na minha vida, estaria infinitamente melhor do que estou hoje.

Vai por mim. Fuja disso o quanto antes. Pare de pagar juros e comece a receber juros.

Qualifique-se

Se você tem dificuldade em equilibrar essa parte financeira e não consegue alcançar sua independência, não resta opção: você precisa se qualificar nessa área, pois é um incompetente.

Incompetência nesse caso, não é afirmar que você é um total idiota. Longe disso!

É simplesmente o fato de que você não possui a competência necessária para cuidar de forma eficiente do seu dinheiro.

Por esse motivo precisa qualificar-se. Precisa se tornar competente nessa área.

Pelo menos estudar o básico necessário para chegar ao ponto de não depender de outras pessoas.

A preparação possui poder de transformação.

Diversifique as fontes de renda

Colocar todos os ovos em apenas uma cesta é algo perigoso. Em algum momento, a cesta pode cair e os ovos se quebram.

Se hoje você depende única e exclusivamente de uma fonte de renda, você está em perigo, pois pode ficar sem ela a qualquer momento.

 Coloque imediatamente no seu planejamento: diversificar as fontes de renda.

Mas como eu posso fazer isso?

De várias formas. Você pode vender algo nas horas extras. Pode também “empacotar” o conhecimento que possui em sua área e vender na internet.

Se não se sente confortável, pode vender como afiliados o conhecimento de outros especialistas. Pode pegar sua reserva e investir para gerar dividendos.

Enfim, é só você dar um google e pesquisar que vai ver a infinidade de coisas que pode fazer nesse sentido.

Poupe para investir ou invista para poupar.

Se você for como eu, muito provavelmente terá que fazer alguma poupança forçada, previdência privada, ou mesmo um consórcio, para assim ter o compromisso mensal de poupar.

Caso contrário, o dinheiro literalmente evapora.

Já minha esposa, por exemplo, não precisa de nada disso. Ela simplesmente poupa todos os meses para fazer os investimentos que ela quer.

Claro que o que ela faz mais rentável, do ponto de vista financeiro, pois não paga taxas para instituições administrarem seu dinheiro.

Até porque, não existe almoço grátis, não é mesmo?

Mas se você não tem essa disciplina, investir para poupar pode ser uma solução interessante.

Lembre-se: você pode e deve almejar sua liberdade financeira.

 Isso não é exclusividade e direito apenas de alguns abençoados por Deus, como muita gente acredita. Isso também é um direito seu.

Inicie buscando sua independência para depois trilhar o caminho da sua liberdade.

Um forte abraço, ótimas vendas e até o TOPO, porque é lá que vamos nos encontrar.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + sete =

× Como posso te ajudar?