Errou, e agora?

Você tem uma apresentação importantíssima para fazer e está tenso(a). Natural, pois é sua grande chance de conquistar aquele cliente que deseja há anos.

Suas pernas começam a tremer, o coração parece saltar pela boca. Suas mãos começam a suar. Sua pupila dilata e sua boca fica seca.

Embora você tenha feito o dever de casa e criado as estratégias corretas, são suas emoções tentando ditar o ritmo da apresentação.

Chegou o momento! A secretária anuncia que você pode entrar na sala de reuniões.

Você olha para sua mãos e elas estão tremendo mais do que vara verde. Tudo o que você havia planejado para a apresentação começa sumir da cabeça.

Você respira fundo e segue, mesmo assim. Porque o segredo não é não ter medo, mas seguir em frente apesar do medo.

A abordagem inicial não foi da maneira como planejou e você esqueceu informações importantes durante a apresentação.

Você sai da reunião com um sentimento de frustração pois sabe que poderia ter sido melhor do que foi.

É nesse momento que deve voltar rapidamente ao seu estado emocional de equilíbrio e entender que errar faz parte do jogo, agora permanecer no erro é questão de escolha.

Portanto, utilize seus erros como motivação e orientação para acertar na próxima vez. Analisou o que fez de errado, aprendeu, bola que segue…

Gostou do post de hoje? Não deixe de curtir, compartilhar e comentar. Isso é muito importante para nós!

Aqui no nosso site você vai encontrar mais textos como esse e materiais grátis para ajudar você melhorar seus resultados.

Agora é com você! Vai lá e arrebenta! Sebo nas canelas!

Forte abraço, fique com Deus e Até o TOPO, porque é lá que vamos nos encontrar!

Att.: Prof. Rejiano Vedovatto


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?