Oi, tudo bem?

Antes de mais nada, vamos falar um pouquinho sobre a história das vendas e assim poder entender um pouco mais sobre essa loucura que está acontecendo com os processos comerciais e também com as pesquisas através do neuromarketing e da neurovendas.

Em 1950 persuadir era palavra de ordem nos processos comerciais. Apresentar o produto e lidar com objeções. Fechar a venda a qualquer custo. O vendedor era apenas um vendedor de produtos e de serviços. Pouco importava nessa época a forma como ele fazia o seu trabalho, haja visto a demanda por produtos e serviços ser muito maior do que a oferta.

Em meados de 1970, com as mudanças nos processos comerciais, tornou-se necessário analisar as necessidades. Aumentou a concorrência. O vendedor passou então a ter que questionar, ouvir, estabelecer confiança, oferecer soluções antes, melhor e mais barata. Surgiu aí a figura do vendedor ou atendente consultivo.

Dos anos 2000 para cá, surgiu a figura do vendedor ou atendente estrategista. A função desta figura passou a ser oferecer fonte de valor, antecipar e descobrir problemas desconhecidos para o cliente, empresa ou para si mesmo.

Como pode perceber, antecipar tendências, resolver problemas e levar soluções na figura do vendedor estrategista não é algo novo. Há muitos anos já se fala nisso. O que acontece é que muita gente ainda não se atentou para isso.

A maneira de consumir tem mudado muito nos últimos anos e isso está obrigando os vendedores a se profissionalizar cada vez mais.

Lendo tudo isso, na sua opinião, vender é um dom, uma arte ou uma ciência?

Conseguiu chegar a uma conclusão? Talvez um equilíbrio entre as três coisas, não é mesmo.

No próximo texto vamos falar um pouco sobre AS PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA ALCANÇAR BONS RESULTADOS EM VENDAS. Fique atento!

Forte abraço, fique com Deus e até o TOPO, porque é lá que vamos nos encontrar!

Prof. Rejiano Vedovatto


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?